Resenha: A Batalha de Argos - Renato Rodrigues (Os Dragões de Titânia #1)


"Existe o dia de planejar e o dia de lutar."

Autor: Renato Rodrigues
Nome Original: A Batalha de Argos
Editora: Escala
Nº de Páginas: 270
logo Skoob
Compre: Buscapé / Linhas Tortas

No ano de 1001 em um local conhecido como "Ilha de Argos" um grupo de diferentes personagens se unem para lutar contra um governo ditador.

Nessa aventura conhecemos Telus, um anão nervoso e impaciente que geralmente era o foco das piadas de seus companheiros; Miranda uma feiticeira especializada em curas; Khosta, um mago desconfiado e que tinha mania de fugir das lutas subindo em árvores; Alambique, um ex-centurião que vive enchendo a cara mas tem a bravura necessária para ajudar na causa; Cronus, um elfo corajoso e valente mas que tem um destino incerto e muitos outros grandes personagens...

Logo nas primeiras páginas nos vemos em uma batalha entre alguns dos personagens contra os "homens" do ditador. - E também é já de inicio que o leitor percebe que o autor não terá pena de seus personagens - e já nos despedimos de um dos guerreiros da causa.

A partir daí a história segue um rumo totalmente novo e surpreendente, eu nunca esperaria certos acontecimentos no livro e a cada página eu pensava, o que irá acontecer agora? Não tem como descobrir sozinho e eu pensava a todo momento, não se apegue a esse personagem, no meio dessas batalhas é muito fácil para ele perecer...  Não teve como lutar contra isso e em muitos momentos eu ficava de boca aberta com o que estava acontecendo.

Não estou falando muito da história e sim mais do que eu sentia ao ler o livro, pois a surpresa que eu tive ao lê-lo foi a grande jogada de mestre do autor (acredito eu...) porque não tem mesmo como adivinhar o que vem a seguir. Por isso mesmo que não irei revelar nada para que a leitura seja aproveitada como deve ser.

Me apaixonei por Telus e seu jeito rabugento, o tipo de homem que transmite indiferença e brutalidade mas que por dentro é sentimental. Ri das piadas que os outros personagens faziam com ele.

"- Bebedor de vinho? Cuidado, hein, ele não gosta que o chamem de nada que termine em "inho"."

Em A Batalha de Argos não consegui ver nenhum romance em foco, há sim umas dicas de que alguns casais possam se formar, mas nenhum "romance". Portanto, aqueles que estão atrás de um bom livro de ação onde o foco não é o romance, seja bem vindo.

Adorei a leitura e necessito mencionar que a capa e diagramação estão perfeitos! Tem ilustrações dos personagens principais no meio do livro e a capa é bem sugestiva quanto a história. Livro indicado à todos os bons leitores de uma leitura por um mundo de fantasia cheio de dragões, elfos, anões, cavaleiros, magos...

O segundo livro já saiu e se chama "A Queda do César" então corram e se aventurem no mundo de Titânia.

Sobre o autor:

De 1996 até 2010 escreveu e desenhou para os livros da série "Piadas & Charadas" entre outras publicações. Em 2011 lançou na Bienal do Rio de Janeiro o livro "Os Dragões de Titânia - A Batalha de Argos", sua primeira obra como um contador de histórias. Agora em 2012 lançará o volume II, "Os Dragões de Titânia - A Quega do César" na Bienal de SP.


Site Oficial / Página no Skoob / Twitter

© ATRASADA PARA O CHÁ- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por