Resenha: A Esperança - Suzanne Collins

Autor: Suzanne Collins
Nome Original: Mockingjay
Editora: Rocco
Nº de Páginas: 421
Skoob / Buscapé

Provavelmente essa será a resenha mais complicada que terei que fazer aqui no blog, primeiro por ser o último livro de uma trilogia e portanto, conterá nela Spoilers dos outros livros e segundo por ter trazido a tona tantos sentimentos controversos.

Portanto, volto a ressaltar, caso ainda não tenha lido os livros anteriores eu aconselho a não continuar a leitura dessa resenha. A partir daqui poderão haver SPOILERS.

Em A Esperança temos a conclusão de uma das melhores séries que já tive a honra de ler. Minhas expectativas quanto a esse livro eram altíssimas, tanto que estava com medo de me decepcionar, de algo dar errado. Mas a autora conseguiu manter - ou até mesmo evoluir - sua majestosa narrativa e conquistar o leitor a cada capítulo lido.

Katniss é resgatada pelos rebeldes e levada ao Distrito 13, enquanto se recupera de seus ferimentos ela descobre que Peeta está sendo mantido como refém na Capital. Só de imaginar o que o Presidente Snow está fazendo com ele já a deixa com crises e é quando ela demonstrar mais que nunca que não é uma guerreira perfeita, ela continua sendo humana.

Mas os rebeldes tem uma função para ela e eles não irão receber uma negativa como resposta, mas Katniss sempre consegue fazer com que ninguém a prenda totalmente. Ela aceita ser o Tordo, símbolo da rebelião e forte instrumento de influência em toda Panem. Uma forte convicção de que ela ainda é uma peça do jogo de alguém não sai de sua cabeça e também da do leitor. Mas será que ela irá seguir conforme as regras nesse novo jogo?

É muito difícil dizer qualquer coisa a mais sobre a história, pois como sempre ressalto, a grande força e maravilha da leitura desse tipo de livro são as surpresas que nos pegam em cheio conforme a narrativa vai evoluindo e os capítulos vão passando.

A leitura começa e termina em tão pouco tempo que quando terminei de ler fiquei me perguntando o que eu faria agora que tudo havia acabado. Na verdade, durante toda a leitura eu ficava me perguntando "Você quer mesmo terminar esse livro?" e a resposta é não, com certeza não.

Suzanne Collins é o tipo de autora que não se importa em ter um banho de sangue em sua obra e isso fica nítido nesse livro, pois mesmo que haja guerra em um determinado livro vários autores conseguem fazer com que apenas personagens secundários ou que não conhecemos acabem morrendo, como forma de deixar tudo mais realista. Mas ela não se deu ao luxo de "Viveram felizes para sempre."

Para terminar só posso dizer que foi o final mais emotivo que já tive em uma série, nem Harry Potter mexeu tanto comigo - e olha que foi um baque e tanto aquele final...

Vale muito a pena ler a série e a autora ganhou um lugar de destaque muito especial na minha vida de leitora, conseguiu manter a qualidade de narrativa durante toda a trilogia, sem perder em nada seu glamour.

ps: Eu esperava que esse livro se focasse no triângulo amoroso entre PeetaxKatnissxGale e como plano de fundo tivesse a guerra final, mas na verdade ficou ao contrário. Mais um ponto para a autora!

Outros livros da trilogia, resenhas:

Jogos Vorazes
Em Chamas

E para quem quiser conferir as imagens do filme Em Chamas que estreará em Novembro/2013 basta clicar nesse link.

Sobre a autora:

Suzanne Collins é escritora e roteirista de programas infantis, formada em escrita dramática pela New York University. Fez vários roteiros para a Nickelodeon. Entre 2003 e 2007, Suzanne escreveu os cinco livros da série de fantasia “The Underland Chronicles”. Em 2008, lançou “The Hunger Games”, primeiro livro da trilogia homônima. A inspiração veio quando ela assistia TV: mudando de canal, viu um reality show que passava ao mesmo tempo em que outro canal transmitia cenas da Guerra do Iraque. Suzanne inseriu essa junção num contexto de mitologia grega e em suas noções de efeitos de guerra. "The Hunger Games" está na lista de best-sellers do The New York Times há mais de sessenta semanas e sua adaptação cinematográfica foi lançada no começo de 2012 
Fonte: Skoob
© ATRASADA PARA O CHÁ- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por