Redes Sociais

[resenha] Eu, o desaparecido e a morta - Jenny Valentine



Eu, o desaparecido e a morta foi publicado em 2010 pela editora iD e escrito pela autora Jenny Valentine. A capa me conquistou assim que foi divulgada na época, mas fui adquirir só esse ano por uma troca no skoob. 

A história é narrada por Lucas, um jovem que tem uma família bem peculiar, seu pai - o desaparecido - abandonou a família quando ele ainda era uma criança e sua mãe nunca chegou a superar tal fato. Sua irmã enfrenta os problemas se metendo em confusão, usando drogas e ficando com garotos. Já a visão dele da maneira de superar tal fato é bem estranha.

Um dia, ao acaso, ele vai até uma agência de táxis para voltar embora para sua casa e se depara com Violet Park - a morta - suas cinzas estão numa urna abandonada na agência. Por algum motivo aquilo o deixa intrigado e a partir dali sua vida vira de cabeça para baixo, ele consegue respostas para perguntas que há muito tempo procurava e também descobre coisas que jamais sonhou em ter conhecimento.

Eu confesso que no início havia achado o livro cansativo e meio sem noção, pensei em deixá-lo de lado para me concentrar em outros livros - estava na Maratona Literária - mas decidi insistir na leitura e fico feliz que o tenha feito. 

É um livro curioso e bem diferente de tudo o que eu já tinha lido, o título já aguça a curiosidade por ser tão excêntrico. Mas não é uma leitura que marca a vida do leitor, é algo simples que serve para passar o tempo mesmo.

Eu gostei da narrativa da autora, só acho que o livro não conseguiu me prender desde o inicio como deveria e que eu esperava que acontecesse, mesmo assim foi uma boa leitura.

© ATRASADA PARA O CHÁ- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por