{resenha} Destino por Ally Condie



Destino é o primeiro livro da trilogia com mesmo nome escrita pela autora Ally Condie e publicada no Brasil pelo selo Suma de Letras. É uma distopia, gênero que estou amando e que não me canso de conhecer novas ideias e personagens, por isso minhas expectativas estavam altas (tá, nem tanto) quanto ao que encontraria nesse primeiro volume.

Cassia está prestes a conhecer o seu par pois completou 17 anos e irá participar do Banquete do Par. Tudo está perfeito: seu vestido verde, sua família está feliz em poder comer bolo (algo raríssimo) e claro, seu futuro marido irá aparecer na enorme tela diante de todos do salão. E não poderia ser mais perfeito quando seu melhor amigo Xander é designado para o papel.

Mas quando ela vai conferir o que o cartão do seu par perfeito poderá dizer a ela que já não saiba acontece algo imprevísivel. Outro rosto aparece no cartão e é de alguém que ela conhece há um bom tempo. Mas isso não poderia ter acontecido, a sociedade nunca cometia nenhum erro. É perfeita e sempre tomou as melhores decisões para cada um deles. Ou será que não?


Depois do erro com as informações do seu par perfeito, Cassia abre os olhos para tudo. Passa a se questionar por todas as escolhas que são feitas em seu lugar e em como isso atinge e muda sua vida. Ela percebe que a sociedade não é verdadeira e perfeita como ela aprendeu e sempre acreditou. 

Ky o garoto que aparece como seu par perfeito na verdade é considerado uma aberração pela sociedade, tudo por causa do que ele presenciou e das atitudes que seus pais tomaram quando ele ainda vivia nas Províncias Selvagens. E conforme os dois se aproximam, Cassia percebe que talvez seu par perfeito não seja seu melhor amigo e sim aquele por quem ela está se apaixonando.

Não tem como não se apaixonar por Ky, com seu jeito misterioso e prestativo é o tipo de cara que você sabe que morreria para proteger a mocinha. Além de ter um passado difícil e triste no qual ele tenta esquecer e superar sendo feliz com a mesma. Muito lindo e inteligente, é assim que o defino. Por outro lado, Cassia é o tipo de personagem que vai crescendo no desenrolar da narrativa, no começo é só mais uma adolescente louca para arranjar um namorado (no caso marido) mas conforme ela vai descobrindo sobre as falcatruas da Sociedade, começa a fazer questionamentos sobre tudo ao seu redor. (tem coisa mais irritante do que um personagem que aceita tudo o que lhe é imposto?)

Estou muito animada com esse livro, já que adorei esse primeiro volume e todo o enredo que a autora criou, espero que a qualidade continue a mesma ou melhor nos próximos volumes.

Alguém já leu esse livro? Gostam de distopias? Comentem.



© ATRASADA PARA O CHÁ- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por