Um pequeno acidente

ainda no hospital...

Uma grande mudança.

Essa vai ser uma postagem mais de reflexão e bem pessoal, vou compreender se isso não lhe interessar. 

Eu sofri um acidente de moto no dia 21 (sábado) de março - vai fazer uma semana, mas parece uma eternidade - e tive minha tíbia e fíbula fraturadas. Em outras palavras, eu quebrei minha perna. A dor foi insuportável e não desejo isso nem para meu pior inimigo. Nem mesmo para Belatrix Lestrange. Chorei que nem criança na hora de colocar a tala e tudo o que desejava era desmaiar para poder não ter que passar por aquilo.

Fiquei internada no hospital desde sábado até ontem (26/03) quando tive alta. Agora tenho um pino na minha perna e alguns pontos onde os cortes foram feitos. Ainda sinto muita dor ao ter de levantar e ir ao banheiro, no restante do dia fico deitada. 

Ok. Mas quais são as reflexões que consegui tirar de um acidente assim?! 

Primeiramente a dar valor nas pequenas coisas. Não poder fazer coisas simples como se levantar e pegar um carregador (ou livro) que está a apenas um metro de você é frustrante e tremendamente triste. Outra coisa é ir ao banheiro, preciso que minha mãe me empurre na cadeira de rodinhas que meu irmão tem (aquelas de escritório) e preciso chamá-la para me buscar.

Depender de alguém para essas coisas que antes não dava o menor valor é algo que me fez abrir os olhos. Graças a Deus o médico disse que logo logo vou poder voltar a andar, basta fazer o tratamento certinho e ter muita disposição para a fisioterapia. 

Minha mãe me disse ontem: "Muitas pessoas necessitam sentir esse desespero de perder para dar valor quando receber de volta" E era exatamente o que eu estava necessitando (quebrar os ossos? o.O) não. Eu precisava abrir meus olhos e aproveitar as oportunidades que me são dadas. Aproveitar as 24 horas que nos são dadas todos os dias para sermos felizes, aprendermos coisas novas e aproveitar a companhia daqueles que amamos.

Espero que você não precise quebrar algum osso ou coisa pior para chegar nessa mesma conclusão. Infelizmente eu precisei.

minha perna no momento e meu companheiro de repouso de hoje...
© ATRASADA PARA O CHÁ- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por